Notícias do IPMet

Pesquisar notícias:







JUNHO FOI CHUVOSO NA CIDADE DE BAURU
01/07/2022

O mês de junho/2022  foi chuvoso, pois o acumulado mensal de chuva durante o mês de junho na cidade de Bauru foi de 91,7mm, valor este que superou em quase o dobro, a média climatológica (55 mm) do mês. O mês também foi um pouco mais quente do que o esperado, pois as médias mensais das temperaturas máximas e mínimas ficaram acima das respectivas normais climatológicas.

As chuvas ocorreram em 7 dias e tiveram uma distribuição bastante irregular ao longo do mês, tendo em vista que, o maior volume registrado foi 50,3 mm e ocorreu no primeiro dia do mês (01/06), decorrente da passagem de uma frente fria pelo estado de São Paulo.

Observa-se que no dia 02/06, ainda sobre a influência da frente fria, foi acumulado mais 10,7 mm de chuva, e somando ambos os dias 01 e 02 do mês, foram suficientes para superar a média climatológica logo no início do junho. No restante mês, os volumes registrados não foram muito significativos, com exceção do dia 17 que registrou 18,5 mm, conforme apresentado na figura acima mostra a distribuição da chuva e os extremos das temperaturas durante o mês, de acordo com os dados da estação automática do IPMET.

O mês de junho marcou a entrada do inverno (dia 21/06, às 06h14), a estação climatologicamente seca e fria na região Sudeste do Brasil e trouxe no final da primeira quinzena do mês uma intensa massa de ar frio polar que declinou as temperaturas em grande parte do Brasil, registrando em Bauru o extremo da temperatura mínima (7,7°C), indicando até agora o dia 13/06, como o terceiro dia mais frio do ano.

Destaca-se que neste primeiro final de semana de julho, o Tempo continue sem previsão de chuva para todo o estado de São Paulo, com temperaturas em gradativa elevação durante o dia, mas com períodos frios entre a noite ao início da manhã, como é típico da estação.

 

Elaboração:

Met. Zildene P. O. Emídio

Para mais detalhes acesse: Produtos -> Balanços Mensais