Notícias do IPMet

Pesquisar notícias:







Campanha de Lançamento de Balões no IPMet
Amostrar irão estudar plumas lançadas pelo Vulcão Hunga em janeiro
27/05/2022

No inicio de janeiro de 2022, uma erupção do Vulcão em Hunga, em Tonga, país localizado no Pacífico, devastou o local com uma força maior que a explosão de uma bomba atômica, segundo cientistas.

Aerupção colossal despejou na atmosfera uma quantidade enorme de cinzas (plumas), que agora circulam globalmente na atmosfera terrestre.
E é justamente para estudar a composição dessas plumas que cientistas começaram uma campanha no Brasil, mais especificamente em Bauru, no IPMet-FC/UNESP. Batizada de BRAVO – Brasil Volcane, a campanha é realizada com o lançamento de balões e acontecerá em duas etapas. A primeira etapa já está em curso, até o dia 2 de junho e, a segunda está prevista para o mês de julho. 
Funciona da seguinte maneira: um balão é lançado, no período noturno,  para um pré voo que localiza a pluma. Um instrumento denominado Lidar, confirma essa localização através de feixes de raio laser. O segundo voo, realizado no dia seguinte, leva um balão embarcado com instrumentos que farão a coleta  de amostras de ar. São essas amostras que permitirão, aos cientistas envolvidos, estudar a composição química da pluma. 
Os cientistas que estão em Bauru para a campanha são : Jean-Paul Vernier e Johnny Mau, do National Institute of Aerospace  Langley Research Center -  NASA;  e Hazel Vernier do LPC – Laboratoire de Physique at de Chemie de L’Environnement et de l’Espace da  CNRS, agência espacial francesa.
A campanha conta ainda com a participação do professor Eduardo Landulfo do IPEN, instituto ligado à USP,  responsável  pelas tarefas que envolvem o Lidar.
A responsabilidade por toda a logística de lançamento e recuperação dos balões lançados são dos técnicos do IPMet – FC/UNESP, Demilson de Assis Quintão e Bruno Biazon.
Os cientistas esperam, com os resultados, determinar a composição química da pluma, se essa composição poderá afetar sua própria dispersão,  e até que ponto essa pluma, gerada pela mega erupção, poderá  impactar o Clima e o balanço radioativo da Terra.